sexta-feira, 28 de setembro de 2012

BARROSO O IDIOTA NÃO ELEITO TEM DE SAIR IMEDIATAMENTE DA EUROPA

Barroso que não foi eleito por ninguem está numa posição em que assina por ultimo as petições de deputados que são eleitos pelo publico e pela democracia.
Barroso - não eleito - assinou e aprovou a lei que impede os fumadores em locais publicos.
Barroso - não eleito - só tem de assinar o seu proprio suicidio, não assinar leis do parlamento eleito pelo povo.

Agora, Barroso o idiota - não eleito - vem a publico dizer que as soberanias nacionais não tem mais direito em se organizarem. E que até os clubes de futebol não se podem organizar nacionalmente, porque a ideia de nação com durão barroso - o não eleito, desapareceu.

O que durão Barroso - não eleito - está a dizer é que o que despareceu foi a democracia que está a ser trocada pela burocarcia do amor retardatário.
Os retardados estão a ser intigados na sociedade, mas sem sucesso porque o que eles procuram é sucesso.

Garanto que Durão Barroso - não eleito - não cumprirá a sua agenda com a JP Morgan e a rotchild Bank porque o espirito santo, coisa pequena e apenas um, é o suficiente para arruinar num simples nanosegundo gueeras e maquiavelicas obdecentes conspirações.
Durão Barroso - não eleito - só está no simbolismo da sua posição por uma razão: para servir de inspiração aos humoristas.


MINERALIZAÇÃO

Não tenho hábitos de saúde nenhum, porque não acredito na ideologia da saúde. A ideologia da saúde foi publicamente criada para que uns idiotas medicos criassem simbolismos alimentares sobres outros. Para que os idiotas medicos tivessem o poder que tem e se suicidassem sem que ninguem os investigue.

Comecei a cultivar os meus próprios alimentos.
Tenho efeitos quase imediatos.
Consumo menos, compro quase nada e tudo o que é treta desapareceu da minha vida. Não mastigo chicletes nem adoçantes. Nem o que é o Mac Donald's. Nem sei sei o que é peixe congelado vendido na lota.
Lavo os dentes com chã de limoeiro e se não os tenho brancos pelos menos não me intoxico com o fluor venenoso da Colgate. E tenho a boca tão limpa e a cheiro de limão que a Colgate e sua coleguice não conseguem aceitar.

Fumo e tomo café.
Sei o que fumo e sei que café tomo.
Fumo Camel e o café é Segafredo - depois de anos de experiências de café em que o melhor português é o Nicola, mas que me dá dias depois uma irritação. A evitar o Delta, é muito tóxico e presumo que não é apenas café.

Sei quais são os alimentos que favorecem o corpo. Uma lista:
  • Alimentos fermentados em casa - iogurtes caseiros feitos no forno.
  • Limão, tangerina laranja e diospiro.
  • Argila ou barro - riam-se mas em partes basicas pode ser dissolvidas em água para arroz - sõ os melhoes antidotos contra o cancro. Não é por acaso que os lavradores que trabalham a terra nunca tem doenças. Porque a terra é um antidoto.
  • Agua de poço.
  • Sushi - nori.
  • Massa folhada
  • Todos os legumes
  • Todas as frutas
  • Chás de plantas cultivadas com amor - como tomateiro e aboboreira, macieira e pereira. Pimenteiro. NUNCA COMPRAR CHÃ VERDE OU OUTROS CHÁS EMBALADOS, não porque não prestem mas para aproveitarem as plantas que tem em casa..
  • Vinho e vinha.
  • Todos os alimentos que podem ser fermentados - como leite, sementes-
  • A saúde não provem de uma educação do estado mas da intenção individual de a fomentar.
  • A evitar: animais. Não se trata de vegetarianismo mas de renovação do sangue.
  • Argila é o melhor alimento que o ser humano pode ter. O mais mineral. Se não acreditarem. processem-me. Alimentos com areia como mexilhões.
O amor ao cultivar uma planta é o melhor antídoto contra o ódio da doença que não é mais do que a burocracia a tentar apropriar-se da sua identidade.

Livrei-me do estado.
Construí uma vida.
Casei com toda a gente.
Tornei-me feliz.

Aproveitar todos os restos de legumes como cascas e sementes para alimentação dos animais (gatos e de vez em quando um cão) - que se calhar se alimentam melhor que eu. Os alimentos que comprava no supermercado para animais domésticos tornam os animais mais dependentes e sedentários.

Esta é a minha experiência.
Esta minha experiência provem da esperança e da minha sabedoria.

AGORA GARANTO ESTA INFORMAÇÃO: NUNCA NENHUM MEDICAMENTO FARÁ MELHOR DO QUE A NATUREZA.


domingo, 23 de setembro de 2012

Devolver as pessoas a si próprias

Os seres vivos não são zeros. Nem uns. Nem outros. 
Os seres vivos não são conceitos estatisticos.
Estamos numa época social e epiritual em que os seres vivos são tratados como seres estatisticos. Como seres morais. 
Mas nunca como seres que são o que são. Beckett avançou isso, governos e estado relegam o mesmo.
Estamos numa época em que a pobreza avançou na sociedade não porque a quisessem travar mas porque a quiseram fomentar. Fizeram tudo para isso. Desde comissários para a pobreza até presidentes da luta contra a pobreza.

Os seres humanos ao fim de milhares de anos de vida ainda não perceberam que nada tem a ver com pobreza ou riqueza. Por isso ainda sustentam religiões e instituições não eleitas como a união europeia.
Não existe tal coisa chamada pobreza, nem riqueza.
O que existe é apenas ABUNDÂNCIA.
Aquilo que se chama ser rico sabe isso, aquilo a que se chama pobre É-LHE OCULTADO - pelo estado - isso.
Aquilo a que chamais dominação é o resultado da ocultação de um planeta abundante e que se baseia na propriedade individual e de fantasmas a aque se chama "mercado".

Em nome do fantasma "mercado" - que o estado tentou controlar - familias tem sido pretensamente dizimadas. Não foram.
As familias continuam, regeneram-se. È apenas o ódio ás familias que se mantem.
Porque o conceito de familia não se baseia á possidonice - a "minha familia" - mas á familia humana.

Estamos a viver, em termos civilzacionais, os termos de uma sociedade que não se quer expor. Isso não se paga, revela-se. De uma maneira ou de outra.
Estamos num ponto sério da sociedade para nos revelamos acerca de QUEM REALMENTE SOMOS.

Vivemos num planeta abundante onde não falta nada, e o principal conflito humano trata-se acerca da imaginária e indiciada insuficiencia. Os autores dessa imaginação - comunidade europeia e a gentalha não eleita - estão a pagar caro por isso. Demasiado caro, porque os seus proprios filhos já não aguentam as suas palavras cruzadas.

A população revela-se.
O povo manifesta-se e a ABUNDANCIA DEVOLVE-SE.


sábado, 22 de setembro de 2012

Sociologia como ciencia e sociólogos da fraude.

Tive a intenção de tirar um curso de Sociologia, primeiro inscrito no ISCTE em Lisboa e depois na Faculdade Letras da Universidade do Porto.

Encontrei SERGIO AIRES, a maior fraude sociologica que jamais se viu - só conseguiu emprego chamando a todos os seus competidores ciganos. Eis a entrevista que o prova.
Isto garanto: Sergio Aires não está a resolver a pobreza de ninguem, mas apenas a sua propria pobreza.

Encontrei de tudo no meio académico.
Desde os mais humildes aos mais sábios aos melhores intencionados.
Mas nunca encontrei nenhum monstro como Sergio Aires.
Conhecido - porque publicitava - por ter copiado nos exames de admissão á universidade, a criatura desleixava-se por tudo. Ainda hoje só quer brilhar á custa de uma população desleixada e intoxicada. E o seu objectivo continua a ser intoxicar a população e a fazê-la desleixada. Estive na sua casa e é um harem de toxicos.
Intoxicava-se com medicamentos para ir a exames e não suportava quem não o fizesse. Pior, não suportava que não fosse o melhor. Porque eu, por exemplo que não me intoxicava com copianços e medicamentos e tirei sempre melhores notas do que a célere criatura. Apenas porque era a minha intenção ter o que queria.
Porque Sergio Aires nunca foi o melhor em nada. Nem com toxicos nem com copianços. Apenas a sua mental educação burocratica queria vê-lo em altos voos. Resultados dos antros mentais que sergio frequentava - Swing.
Sergio aires nunca conseguiu voar. Nunca percebeu o que é ter uma vida própria, arriscar. Estar só confrontado com a sua própria nudez, como vivem os reais seres vivos.  sergio aires queria ter o sucesso de Rui Reininho. Está na merda.
Está numa presidencia egomaniaca delirante e não eleita. Bem ao sabor da burocracia estalinista.
Ainda hoje me lembro que contratou um amigo para o substituir num exame de estatistica, a quem ensinou inclusive a assinar o seu próprio nome, na folha de exame, numa odiosa afronta á identidade individual, só para garantir a fraude de identidade.
Segio Aires é o paradigma da troca de identidades. É o rasca.
Sergio Aires nunca construiu nada. É um dos principais responsáveis simbólicos por uma geração á rasca baseada na promiscuidade pragmática e por atrasar a informação que poderia ter feito da população mais evidente.
Sergio aires é o paradigma de uma sociedade estreita e cantonada á burocracia, ao elogio do anti-cristo.
Graças a Deus - mas muito mais a mim - mantive-me como sociólogo nas melhores ligações que conheço na europa e nos EUA, onde sergio - e a sua burocracia inane - é ridicularizado, não pelo riso enfatuado mas pelo desprezo.

Nas universidades haverão muitos Sergios Aires, eguinhos, ambiciosas criaturas e controleiros, encontrei-os varias vezes. Mas dificilmente poucos Cristos. Porque o ego pavoneia-se nas universidades, não a santidade luminosa.
Sergio não foi uma vitima da falsa pedagogia foi um propagandista e instigador da tirania da iliteracia e da falsa marginalidade humanitarista.
Não é o seu passado que aqui está em causa é o seu pre-sente que não criou.
E que está a tentar retirar aos portugueses com as suas associações europeias criminosas aos portugueses.  Sergio Aires não trabalha para os portugueses que lhe pagam impostos. Sergio aires trabalha para a comunidade europeia e a banca internacional para arruinar - ou ter pena - da população portuguesa. Aires pensa que pode revolver o elogio da destruição que ela propria criou. Será o primeiro a ser queimado pelo seu falso mestre.
Sergio Aires deve ser levado e investigado em tribunal por traição á Constituição Portuguesa.
Retirado do serviço publico e confrontado com uma sociedade produtiva que trabalha todos os dias para alimentar as suas familias.

A maior parte dos sociologos portugueses são gente seria.
Sergio Aires não é. Garanto.
E ele sabe que não é.
Porque o conheci - o que ele me contou e confirmei - todos os seus esquemas para copiar e ultrapassar exames.
Eis  a entrevista mais redundante de um idiota que fez fraudes nos exames que quer agradar ás massas e que não explica  O COLAPSO DA ECONOMIA EUROPEIA - não explica porque está a ganhar com a oligarquia que o finacia.

Sergio não explica - por compromisso com o colapso finaceiro planeado pelos bancos - porque, ou como, foi eleito para uma presidencia. Não explica sociologicamente a vergonha e a culpa diante da pobreza - porque está em compromisso com a fraude bancária que castra o enriquecimento português através de dividas artificias e pagos por impostos.

Sergio aires é um idiota que pensa que é o estado que resolve e equitação social. Estaline pensou o mesmo e matou milhões. Sergio aires - quase me envergonho de por este nome em maiusculas - tem na mente o mesmo. Enquanto não nos livrarmos da oligarquia "cientifica"  nunca nos livraremos da pobreza. Porque os portugueses são pobres porque pagam ao idiota sergio que nunca fez  a disciplina estatistica - no seu curso que lhe permite chamar sociólogo-  ambicioso e num cargo não eleito para manter "estrategias" de manter Sergio Aires no ego da sobrevivencia.

REPITO: Sergio Aires deve ser levado e investigado em tribunal por traição á Constituição Portuguesa.
Deve a Assembleia da Republica investigar profundamente as actividades de Sergio aires contra a Constituição Portuguesa.
Sugiro que seja retirado do serviço publico e confrontado com uma sociedade produtiva que trabalha todos os dias para alimentar as suas familias. Se a população portuguesa não tivesse de pagar as inanidades de Sergio aires e o obrigasse a repetir o exame de estatistica era mais uma familia fora da pobreza. 
Sergio é um poço de inanidades.

O Objectivo de Sergio não é irradicar a pobreza mas fomentar através da sua ambição idealista um governo Mundial pela Burocracia, onde possa sem ser eleito brilhar.
Isto garanto: Sergio Aires não está a resolver a pobreza de ninguem, mas apenas a sua propria pobreza

PORQUE REPAREM A POBREZA É INCITADA PARA QUE OS BURROCRATAS A RESOLVAM, A SOCIEDADE É INFLAMADA POR IMPOSTOS PARA QUE IDIOTAS COMO SERGIO AIRES RESOLAVAM O ROUBO.

A SOCIEDADE PORTUGUESA ESTÁ A PAGAR CARO PARA QUE INANIDADES E DIVERSÕES COMO ESTA TENHAM IMPORTANCIA PUBLICA.


Sergio aires nunca se licenciou, foi sempre uma fraude, nem sequer entrou para universidade, porque Sergio Aires furou todos os esquemas burocráticos a que hoje pertence. Sergio Aires adorou a burocracia, porque a manipulou e por isso a burocracia, sua mãe, o acolhe.
mas não temos que o aturar, ó puta.
O sergio aires que se foda, como fodeu os seus colegas de curso.
Lembrem-se disto: sergio aires furou todos os esquemas da burocracia,  a burocracia fez mais por aires do que aires fará pela mesma idiotice - fez fraudes em todos os exames que pode, hoje em dia imita um sociólogo chamado Luis Capucha, de Vila Franca de Xira. Sergio Aires não tem identidade não sabe para que isso serve e pensa que tal  é um comercio.
sergio aires no curso de sociologia era um idiota nulo.
Continua a ser se não fosse a perda de identidade de Capucha.
Processar e investigar Sergio Aires e retirar-lhe a vaidade é a melhor coisa que Portugal como país integro pode fazer por si próprio.
Garanto.
Dou a minha cabeça por isso.




sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Alex Jones para perceber o que se está a passar em Portugal

Ou vivem como avestruzes e dependentes da tirania financeira ou vivem elevados abençoando o que vós criais.

Alex Jones criou uma rede de ouvintes - 5 milhões por dia - que a CNN inveja.
Alex Jones vive á custa dos seus assinantes e anunciantes num mercado livre que os tiranos do estado querem fazer apagar.
A INFOWARS.COM é considerada a rede "alternativa" mais poderosa do planeta.. Inclui analistas de todos os quadrantes, desde historiadores, generais, homeopatas, jornalistas,  ex-vendedores de acções e funcionários da bolsa, pastores, policias psicólogos, gente comum.
Todos á volta de um só desígnio manter a população livre da opressão e da tirania, criada pelos bancos e continuada por estados e governos.
Desprezando a guerra ce as estratégias da "lei do mais forte" enquanto instrumento de enriquecimento de uma pequena oligarquia e contra a população.
Alex Jones está ainda totalmente empenhado em demonstrar que as universidades estão a colaborar para uma massiva despopulação.
Nada de novo, mas Alex Jones só reforça o que o país das maravilhas tende a fazer esquecer.




quarta-feira, 19 de setembro de 2012

A Europa não é mais dos europeus nas de Durão Barroso e dos bancos que o finaciaram.


Durão Barroso foi eleito para ser ministro de Portugal. Não aguentou a eleição e foi parar a "presidente" da União europeia. O que eu temo é que parece que ninguem se tenha apercebido disso.
Porque Barroso deixou uma eleição para ir para uma tirania.

Os deputados portuguese europeus excitados com os seus salários e comiserações não conseguem soletrar uma letra. Miguel Portas - o idiota - não alinha nem um discurso e não sabe senão masturbar-se com um sorriso para não chorar. Todos os outros nem vale a pena redigir. Os deputados portugueses na europa não conseguiram e não quiseram dizer aos portugueses que a europa é uma organização burocrata e oligarquica não democrata. Que deliberadamte e intencionalmete se apropria da soberania portuguesa em troca de subsidios e salarios idiotas.
Todos os deputados portugueses que estivaram na europa devem ser presos.

Os portugueses são idiotas, não intrinsecamente mas porque foram treinados pelos deputados europeus para isso.

Estão a pagar caro, muito caro, aquilo que não fizeram no passado.
E vão pagar ainda mais, só que ainda não sabem. Não sabem o que Barroso  e Balsemão tem preparados para a população portuguesa, e se alguem lhes disser serão excomungados. Como eu fiz um dia e hoje tenho uma popilaridade no meu blog que eu não quis.


O estado ODEIA a familia,porque a violencia social provem dos funcionários do estado.

HÁ MAIS VIOLENCIA ENTRE FUNCIONÁRIOS DO ESTADO DO QUE ENTRE FAMILIAS. 
OS POLICIAS MATAM-SE UNS AOS OUTROS .  ODEIAM-SE.
E FUNCIONÁRIOS DO ESTADO PASSAM O DIA A TENTAREM VINGAREM-SE UNS DOS OUTROS.
OS MEDICOS NÃO TRABALHAM MAIS PARA AS POPULAÇÕES MAS PARA O CAMPEONATO QUE AS FARMACEUTICAS CRIARAM. OS MEDICOS ODEIAM-SE ENTRE SI.
E QUEM ALVEJADA É A FAMILIA.

A tão aclamada "violencia domestica" não existe.
Porque não existe nem domestização nem violencia.
São conceitos para desviar a tenção da população e a domesticar, mas toda a gente sabe que a violência é sempre dos funcionários do estado. Eles sabem e não a podem esconder.
Toda a domestização e toda a violencia é propagada e incitada pelo socialismo de estado.

Qualquer tentativa de dizer á população que é responsável pela violencia só exarceba o ódio dos funcionários do estado á familia e á população.

A população está a ser treinada para um programa de medo chamada "violencia domestica".
Usei a Constittuição Portuguesa para apagar os idiotas que propagaram a ideologia da "violencia domestica".
Há mais violencia entre e nos funcionarios do estado do que nas familias.
Os funcionários do estado odeiam-se a si próprios e odeiam as familias funcionais, por isso propagam conceitos idiotas e psis como "violencia domestica".
Trabalhei no estado, e verifiquei que a violencia entre funcionários do estado é sociologicamente superior á violencia caseira. Domesticidade significa ignorancia, treino, não domicilio.
Não existe nada disso. E quando existe são funcionários a confirmar a ideologia do estado que a constituição portugues não perdoa.

Domesticidade significa não pensar. Não sentir, nem criar.
Viver como na China.

E quem quer fazer que a população não pense , como a Faculdade de Psicologia, psiquiatras, Pedro abrunhosa e a ordem dos medicos e os assassinos das farmaceuticas, ficou eternamente fodida com o que eu denunciei.
Garanto que quem trabalhou contra a familia humana não vai pagar nada, já pagou. Na sua mente que se viu separada do coração.



segunda-feira, 17 de setembro de 2012

O problema do planeta não é a merda. O problema do planeta é identificar quem a faz

Há anos vi uma reportagem fotográfica da Tailãndia, onde familias não tem mais nada nem nenhures onde viver senão nas vias férreas. 
Sinistro: são duas vias férreas onde familias passam a noite e o dia em caixas de cartão á espera de uma oprtunidade para alimentar as suas familias.
A elite desta organização vive á margem das vias férreas, mas o "povo" vive entre as duas vias. E avulsamente crianças aparecem mutiladas porque acordam de noite e são atropeladas durante a noite.
Isto na Tailândia onde os humanos são treinados a viverem á sua própria custa e á sua própria culpa.

Entretanto Al Gore, tem 85 - OITENTA E CINCO  -  casas de luxo por todo o planeta, não porque tenha feito alguma coisa na vida - por exemplo, pintado um quadro como fez Picasso ou Matisse que se tornaram multibilionários - mas porque Al Gore apenas vive á custa dos impostos OBRIGATÓRIOS dos contribuintes. Porque o que Al Gore fez foi inventar uma treta de um "aquecimento global" que a industria seria responsável e por isso todos os contribuintes deviam pagar o pecado inventado por Al Gore.

Entretanto na Tailandia, crianças morrem ou são mutiladas por comboios, e familias vivem em caixas de cartaão entre duas linhas férreas á espera de melhores dias.

A humanidade criou um planeta totalmente brilhante. Amou animais e desfêz-los. Criou plantas e riu-se da sua aniquilação. Vendeu-as e riu-se da sua propria superioridade.  A humanidade está a receber nos seus actos a sua intenção.
A humanidade confronta-se neste momento neste segundo acerca de quem realmente é da sua relação com os animais e com as plantas porque está a ser confrontada na sua vivência, não mais e nunca mais no seu comercio.

A besta aborrecida trafica animais e plantas.
Porque a besta odeia a vida e não sabe como se suicidar.
Suicidar-se-á. É uma questão de segundos.
A besta confunde a dadiva dos animais e das plantas tal como confunde a dádiva dos humanos.

Ou os humanos escolhem a vida ou a televisão.
Aqui há uns dias discutindo com um teleólico - dependente da televisão - esse disse-me que o que via na televisão não são imagens mas "seres vivos".  Balsemão sabe a quem vende a sua droga e porque o faz.


Popularidade é sofisticação e Sofisticação é popularidade.

Não há outra hipotese.
Os livros mais sofisticados que eu conheço são bastante populares. Mas impublicitáveis.
A publicidade apareceu para tentar fazer desaparecer a natural aliança entre sofisticação e popularidade. 

Por isso Down Brown vendeu tanto á custa da publicidade e não á custa de conteudo.
Enquanto Neal Donald Walsh, Alex Jones, Wayne Dyer ou os Clash vivem á custa da mensagem que realmente funciona.
Neal Donald walsh teve o seu primeiro livro "Conversas com Deus", três anos no 1º lugar da lista do new York Times e nunca teve nem uma recenssão critica.
Alexandra Solnado vende mais livros em Portugal do que qualquer Saramaguinho, a que nenhum jornalista sério - porque não há - se atreve a publicar uma recenssão critica. Os livros de Alexandra são a melhor poesia que Portugal teve - garanto, porque sou poeta.
Wayne Dyer publicou 38 best sellers, deu de comer a editores, tipografias, correctores, distribuidores, camionistas e comerciantes que estiveram envolvidos com o publico a que as suas obras chegaram - alguma vez viram uma obra de Wayne Dyer criticada nos media?
Os Clash criaram uma obra singular que gerou por todo o planeta uma industria do vinyl e do cd, dos concertos, onde seguranças, tecnicos de iluminação, designers estiverem envolvidos na criação do fenómeno Clash. Tiverem o seu fenomeno mediático, foi apenas isso.

Mas Durão Barroso pensa que pode ser presidente de uma comissão europeia sem saber ler nem escrever e pensar que pode foder o seu vizinho só porque a sua mulher lhe é evidentemente infiel.


sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Acabem de vez com a " União europeia"

A União europeia é uma experiência de tirania.
O presidente da União europeia nunca foi eleito por ninguém.
Os comissários da União europeia - não eleitos -ganham cada um mais do que Obama - idiota, mas eleito - . e são eles, os proprios Comissários que tal como Estalinee ditam os seus próprios salários pagos pelos impostos de todos os europeus,

As crises que os países soberanos atravessam provem da falta de democracia e de controle popular da tirania chamada união europeia.
A mente europeia tende a culpabilizar os cidadãos europeus para os controlar. E culpabilizar significa criar mais policia inutil para que seres evoluidos não tenham a oprtunidade de celebrar as suas diferenças, através da seu evolutivo processo de resolução de diferenças.
O estado com a policia retirou á popuylação a sua capacidade de evolução. Não porque o estado sejá mau em si, mas porque a oligarquia que vive á custa do estado não quer permitir - sem resultados - que o processo evolutivo aconteça por si mesmo.
A ruina começou na europa e a responsabilidade é de Durão Barroso, de quem não o elegeu e de quem o apoiou.

Pensem bem. senão houvesse policia nem estado quem estaria realmente a ganhar. pensem outra vez e outra vez.
E pensem em quem está a ganhar com a existência da policia. pensem muitas vezes e chegarão á evidente conclusão que são quem vos querem escravos e escravas.

lembrem-se que todas as crises, toda a pobreza, feridos mortes e suicidios são da responsabilidade de Durão barroso e dos comissáruios que o rodeiam.

Não?
Pensem outra vez e porque voz querem fazer pensar que não é assim.
Pensem em que vos está afinanciar para não exprimirem a vossa própria verdade.


quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Ladys and gentlemans theres' s the tree songs about Sandinista

Somebody  got murderer


Hitsville UK

Quaando ouvi esta canção apaixonei-me . Nenhum prozac me demoveu. da minha paixão chamada  Yerathel








Por causa destas canções e de injustiças nos liceus tornei-me sociologo, investiguei a  educação. Fiz poemas  pintei quadros arruinei o que pude.
Espero e garanto uma esperança para gerações futiras para que tenham muito melhor educação do que eu tive ou pensei ter.

Esta europa é uma treta

This is not free europe
This is not free europe
This is not free europe
This is not free europe
This is not free europe
This is not free europe
Barroso was never elected by anyone

DURÃO BARROSO IS THE TYRAN.



quarta-feira, 12 de setembro de 2012

MAIS FOME OU MAIS DISTRIBUIÇÃO?

A sociedade tem de decidir. 
Ou medicos ou vida.

Há uns dias um funcionario do Hospital Pedro Hispano numa conversa acerca do desperdicio alimentar, confessou-me que o Hospital Pedro Hispano desperdiça  mais de mil refeições por dia.

REPITO: 1000 refeições por dia, são 30 000 refeições por mês e 360 000 por ano.

Reparem que são refeições para médicos, do melhor, com todos os nutrientes controlados. Não são batatas fritas de pacote e coca-cola.

Como é possivel tanto desperdicio de alimentação numa sociedade que enfrenta graves crises de alimentação e principalmente em hospitais e em organismos publicos? Em que as crianças e a juventude se debate com problemas nutricionais`?
Que sociedade hipócrita e medica é esta em que a classe medica desperdiça metade da sua alimentação de qualidade em hospitais - paga pelos impostos dos familiares dos  pacientes - e depois passa o dia a tratar de doentes com problemas de diabetes, cancerigenos, e outras idiotices por causa do seu proprio desleixo social, no controle do fluxo de alimentação que é de todos, do povo?

O referido funcionário disse-me ainda que as alimentações dos funcionários que não são consumidas são literalmente queimadas. Não são aproveitadas, são queimadas - vigidamente por uma nutricionista - para garantir que não tenham mais validade.

Ás empresas de catering que fornencem as refeições não as atrasa em nada - mas há quem se ria disso.

Isto não é suficientemente hipocrita?
Temos uma sociedade que está nas lonas e quase passa fome a trabalhar para pagar alimentação de luxo a medicos que desleixam a comida que lhe é dada de graça para que estes vão tratar doentes com insuficiencias alimentares?
Estamos a brincar? E eu é que sou mau? Estes medicos existem?
Quem lhes inflamou o ego?
Os medicos são uma classe vaidosa que quer representar o seu poder pela vida. São idiotas. Quase piores que desportistas.
Porque a morte não existe. Nem a saude. São apenas ficções sociais de controle social. Na tailandia comem-se aranhas. Em Marrocos se se disser que é possivel comer porco, vomitam.

Reparem que são mil refeições por dia que davam para alimentar pelo menos 200 familias em Matosinhos. Ou 1000 crianças que os pais se veriam aliviados na sua labuta diária.
200 familias que não apenas trabalham, batalham, todos os dias só para garantir alimentos.
Mas no Hospital Pedro Hispano a luxuria dos medicos é tão grande que lhes é permitido desleixar os alimentos de crianças "alheias" e dos pais que batalham todos os dias pela sua sobrevivencia.
O ódio socialista á comunidade revela tudo.
Ainda vivemos numa sociedade em que a sociedade socialista e pragmatica acha que temos que batalhar pela sobrevivencia, quando os organismos publicos - hospitais, policia, militares, institutos, municipios, obscurados - desperdiçam substantivos alimentos. Já para não falar em restaurantes, supermercados, mercadinhos e familias.
Porque o que se desperdiça nas - todas - cozinhas portuguesas não nos faz ricos, nem pobres.
Apenas idiotas.

E estou a falar apenas do Hospital Pedro Hispano.
Nunca investiguei as mordomias do Hospital S. João, dos seus inóquos enfermeiros - a quem dei aulas - e são na sua maioria infantis predadores clientelistas do estado, sem uma unica ideia acerca do serviço publico senão o seu carrinho e a sua familiazinha, treinados pela competição de rua.

Não estou a falar de todos os hospitais ou organismos do estado onde as empresas de catering fazem dos pagadores de impostos e do povo seres estupidos dispostos a rebaixarem-se para que uma oligarquia sem saida teime em sair vencedora.
Estou a falar de todo o abuso alimentar que teima em desperdiçar animais e plantas em prol de uma carreira e depois se põe a ser folcloricamente ecologistas.

Controlem rigidamente as empresas de catering ou desenhem uma estratégia de redistribuição de "sobras" no Hospital Pedro Hispano em todos os hospitais e organismos publicos. Todos.
Em Portugal não se passa fome.
Em Portugal, garanto, não se precisa de trabalhar para comer.
Vivo numa zona rural onde os agricultores desdenham alimentos em prol dos que mais favorecem o mercado. E quando se lhes fala nisso revoltam-se.
Porque estes agricultores não produzem mais para o povo, como diz a constituição, mas para o mercado.
Porque o ilusionismo da televisão os treinou para isso.

Ou a sociedade portuguesa se entende consigo mesma, expulsando Durão Barrosos da presidencia da "união europeia", controlando as empresas de Catering, reconhecendo-se em cada produto agricola que cria e agradecendo a dádiva e se devolve a si mesma, ou os velhacos infantis criarão uma guerra civil em Portugal.

Há mais alimentos e mais abudancia do que se pensa e do que nos querem fazer acreditar.
A industria alimentar para a sua propria infantil sobrevivencia quer fazer acreditar ao povo que há insuficiencia.
Não há.
È uma mentira folclorica. Que serviria para manter o povo na escravatura.
E para anular a evidencia da abundancia social da felicidade de um deus que nunca nos abandonou e de quem não estamos separados.

Deus é grande e abundante, é só pô-lo em pratica, expulsando o folclore e a religião.

O Instituto de Emprego e Formação Profissional não funciona.

O IEFP NÂO CRIA NADA  NEM UM; NEM UM, EMPREGO.
O IEFP É UMA VAIDADE PUBLICA QUE NÂO FUNCIONA PARA AS NECESSIDADES DA POPULAÇÃO.
  • Porque depois de tantos anos de anunciado descalabro e anunciada ruina economica o IEFP ainda teima que funciona?
  • A quem serve o IEFP? 
  • Se não se gera nem um emprego na economia, porque está o IEFP ainda em propaganda?
  • Quem está a pagar aos funcionários do IEFP, para não fazerem nada?
  • Porque foram pagos os funcionários do IEFP para nunca terem feito nada? - eu trabalhei lá - sei que o é ser treinado para o laxismo e para o clientelismo politico.
  • Os funcionários do IEFP são a pior escumalha da sociedade portuguesa. Garanto. São nomeados por serem parentes de funcionários do estado. 
  • Não conhecem nem a constituição portuguesa, não sabem qual é a primeira palavra do primeiro artigo da Constituição e não conhecem nem sequer o primeiro artigo da Constituição Portuguesa.  
  • São treinados como cães obedientes a não conhecerem a Constituição Portuguesa. A manterem-se no reino do lá-la-lá, da Rua Sésamo e do Pedro Abrunhosa.
Mas a responsabilidade disso é o estado que contrata a escumalha clientelista para lugares de serviço publico. Repare-se que a maior parte da escumalha de funcionários pagos pela classe media e pela classe produtiva são substituidos a cada renovação eleitoral.
O IEFP não criou nem um unico emprego - geriu fluxos. O que significou aniquilá-los.
Não organizou formação profissional - controlou-a. O que significou deixá-la de rastos.
Tal como  a policia judiciária contrata ex-criminosos para os ajudarem a resolverem crimes, o IEFP está cheio da pior escumalha social infeliz ae anti produtiva que não sabem nem deixam criar empregos. Apenas porque NUNCA FORAM TREINADOS PARA ISSO.

Repito, estive lá e sei do que falo.

Os funcionários do IEFP são os nazis que não permitem que uma sociedade cresça por si propria sem a mamã estatal.
Ninguem liga á mamã, só a escumalha pensa que sim.

Eu só peço e agradeço á Presidencia da Republica e ao Governo português que acabe de vez com a escumalha do Instituto do emprego e da Formação Profissional porque é um antro de cientes clientes partidários inuteis e interesseiros que se organizam não para servir a população mas para garantir os seus egos e postos.
Trabalham na primeira semana e nas três outras rirem-se acerca da garantia de um salário que a sociedade produtiva é ridicularizada a pagar-lhes.

Repito, estive lá e sei do que falo.

O funcionalismo é um polvo que teima em tomar conta da criatividade.
Sem resultados. O funcionalismo julga-se sempre vencedor porque é incitado pelo ego. Está em todos os serviços do estado.
Há uns dias estive a falar com um administrador do Hospital S. João e ele garantiou-me que a classe medica não quer saber da população nem da cura de doenças mas dos seus interesses e das suas alianças com a industria farmaceutica.

Acabem de vez com o IEFP: NÃO FUNCIONA! NUNCA FUNCIONOU.
Ou admitem isso  ou desaparecem.

Repito, estive lá e sei do que falo.

Marvin Bush é o organizador do 11 Setembro


O irmão de Georges Bush é o autor e o rganizador do 11 de Setembro.
Começa a ser investigado por isso e é apenas especulação.
À oligarquia politica americana convem que ele seja espectacularizado por isso.
Mas Marvin não é mais do que um delirante participante na orgiaca festa da tirania policial.
Marvin Bush é o organizador não o financiador do 11 de setembro.



terça-feira, 11 de setembro de 2012

ALEX JONES, OUÇAM-NO MUITO

OUÇAM ALEX JONES, MUITO
SE SÂO PORTUGUESES VÃO PRECISAR DE OUVIR UMAS VERDADES QUE OS PODERES INFORMAIS E ATÁVICOS NÃO VOS QUEREM CONTAR.

ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, AALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, ALEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, LEX JONES, INFOWARS.COM,  ALEX JONES, INFOWARS.COM, 

Impostos livres

Só teremos uma sociedade livre quando ninguém for obrigado a pagar impostos.
Saltem, riam-se, avacalhem e chorem muito.
Porque essa é a realidade.

Os tiranos da esquerda - habituados á confusão - e a viver á custa do estado não aguentam a realidade que são os parasitas e apropriadores do estado.

Os impostos deviam ser livres.
Eu só aguento pagar um serviço que uso.
porque hei-de pagar uma internet que não uso?

porque hei-de pagar um hospital que não funciona e é um desleixo e um metro inutil?
Porque se há-de pagar tanto a um estado que teima em criar uma cultura laxista ideológica e separatista?
Em nome de que egos?

Nem a escola deve ser obrigatória.
O estado deve ser treinado a não obrigar a população a nada.
O estado está para servir a população não para a obrigar.

Quando o estado tiver uma escola livre e saudável com educação de qualidade serei o primeiro a contribui para a qualidade do estado.
O que temos tido é um estado predador, falsamente vencedor e tirano na sociedade portuguesa.

O estado está a vigiar a sociedade portuguesa através de leis e de artificialidades, é tempo de ser a população a vigiar massivamente o estado e os seus funcionários, habituados e treinados para uma falsa superioridade e condescendência, joguinhos infantis do ego - que estão a pagar tudo numa actualidade que se lhes tornou hostil.

O resultado de um estado obrigacionista obrigou a que pelo menos 5 pessoas que eu conheço fossem obrigadas a tomar medicamentos levando-as á morte ou á deficiência - não se preocupem, isto está em vias  de ser demonstrado legalmente.

Só nos livrarmos da opressão quando nos livrar-mos da arrogância do estado.
Os funcionários do estado não são seres humildes. trabalham para a sua própria sobrevivência e status.
Não para a população.
Eu garanto que 98% dos trabalhadores não conhecem nem a primeira palavra do primeiro artigo da Constituição portuguesa, quanto mais o artigo inteiro ou o espírito da Constituição Portuguesa.

Mas a responsabilidade disto é o estado e a maquina partidária que o seu clientelismo arruinou a democracia portuguesa em prol de uma falsa religião: o ego.

Portugal só tem duas escolhas:

Ou o Estado garante que toda a população tem acesso á Constituição Portuguesa, a estuda e a divulga,
ou
será engolido pelos poderes oligárquicos de Balsemão , a Bilderberg, e o corporativismo fiduciário internacional.

Ou os portugueses querem ser livres e crescer ou viverem na opressão e na depressão-


11 de Setembro - INVESTIGUEM

Não entendo uma "sociedade" que passa um mês a visualizar uma falta na grande área do Sporting e não se interessa em nada em investigar os acontecimentos do 11 de Setembro.


Tenho uma convicção profunda que a experiência de tirania actualmente em curso nos EUA, vai acontecer na Europa e em portugal. È só uma questão de resultados.

Na verdade já está a acontecer, desde que Durão Barroso ocupa a presidência da união Europeia sem ter sido eleito para isso. Pior ás pessoas que eu lembro isso elas negam-se e dizem que ele foi eleito por um colégio eleitoral - que é o mesmo que ser eleito pelos seus próprios vizinhos - para invadir a casa alheia.

Os europeus entraram em negação. porque tem medo não da verdade mas de quem les lembra a verdade, porque estão subtilmente a ser treinados para uma zona Rua Sésamo.


Obrigado Deus

Obrigado Deus por este Blog.
Obrigado Deus pela inspiração e pela comunicação divina.

Obrigado Deus pelo dia e pela noite
porque a seguir ao dia vem a noite
e a seguir á noite,
vem o dia.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

1

Um só é suficiente.
Um só é tudo o que é preciso para mudar o mundo.
Um só é tudo o que é necessário neste momemnto.
Um só neste presente.
Um só é tudo o que existe, o resto é ilusão.

SÓ HÁ UM DE NÓS AQUI, NESTA  DIVERSIDADE

Campos de Concentração nos EUA

Acreditem ou não.
Desde o 11 de Setembro os EUa estão a ser uma experiecia de tirania.
Que mais tarde ou mais cedo vai ser imitada e exportada para a europa e para Portugal.
para isso é preciso tirar ""durão barroso" do seu posto não eleito e garantir que a vida individual e a aplicação da Constituição sejá aplicada a todos os residentes.
Caso contrário, vamos todos, por vontade de Durão barroso parar a um deste caix~es de plastico.
É só decidirem que vida querm ter. obediência ou liberdade.

Assim deus me ajude a que a Constituição portuguesa coloque na prisãao todos quantos a combateram.
Amen
e assim seja.







Os EUA vivem actuamente uma experiencia de tirania ao mesmo nive do III reich.
Só ua sociedade de avestruzes e os media á-á.á  é que não permitem ue essa realidade sea divigulda.
mais cedo ou mais tarde essa reaidade será divigulgada, a uestao é apenas a de aceitar a dor da realidade . Ou hoje ou na moddorra.

Ainda não acreditam? A sério?

A Europa está cheia de minas desactivadas.  Quarteis "militares" que não são ocupados - na Póvoa de Varzim há um. Não faltam zonas - quarteis, minas, estadios de futebol -  rodeadas de arame farpado para preparar a população para uma tirania. Esses campos serão zonas de concentração e de "reeducação" para a ideologia egoista e contra o espirito santo, que em meses acontecerá na Europa e em Portugal.

Faça sentido quem possa. Pois só espero estar errado.

P.S. - O "meu" vizinho - um idiota eugenico - tem a casa rodeada por arame farpado. Curiosamente é um dos idiotas mais corrupto e socialmente obediente na comunidade.
Não o censuro é apenas um pobre iletrado aque a ideologia da separação quer controlar.

Mas agora observem este video, e por amor de deus, rezem para que eu esteja errado.


quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Numa soberana luz


Numa soberana luz
demonstro vales
irrisorios
palavras que nunca serão mais do que
desleixos
num poeta que não soube esquecer
a lembrança de perder

Numa soberana luz vivi as graças
de uma luz programada para estar
aqui

vivi num só dia aquilo que eu fiz por ti

para ser poeta é preciso ser Cristo
não ser o infeliz que fez de ti
um umbigo

Numa soberana luz resvalei na materia
mostrei ao mundo aquilo que ele não era

num segundo
da soberana luz

resvalei ao mundo
mostrei-lhes a cruz.

Á Faculade de Psicologia do Porto pelo eugenismo veiculado.


Exmºos Senhores,

Por razões politicas e cientificas tenho provas que a faculdade de Psicologia incita á perseguição e ao controle social dos habitantes de Portugal.

A maior parte da vossa espisteme é infelizmente apoiada num eugenismo atavico e no controle de identidades.

A psicologia não existe como ciência mas tal como a medicina é apenas um eugenismo  dedicado a criar divisões sociais e aniquilar os paradigmas naturais como a familia. A Faculdade psicolgia propaga confusão social, ou seja exarceba as ilusões sociais para ter mais clientes.
Tal como a religião.
A faculdade de psicologia na sua confusão espitemica não fez mais do que ao serviço do eugenismo destruir laços sociais porque a psicologia tem dificuldades em se implementar na sociedade.
Dividir para reinar.

A psicologia só existe para criar obstaculos sociais porque são pagos pelo estado, não pelo risco de quem constroi uma vida.

Estou a falar disto porque o meu irmão, psicólogo, propaga nesta famillia discursos de controel social policial e aniquilação da reprodução humana num velho atavismo anti humanidade e contra a vida.  Tal como Hitler no III reich. No favor de uma elite imaginária e ficcional. Que se manifestou com o III Reich e se está de novo a manifestar com a ideologia do controle populacional.

Exijo uma investigação profunda  á vossa episteme - socialmente colocada em causa - e aos agentes (crianças) do eugenismo que colocam na rua contra a liberdade individual.
Vocês deviam ser presos porque colocam crianças hipnotizadas na rua.
Devem ser investigados e controlados antes de tentarem controlar a população portuguesa.

Garantirei, como minha missão nesta vida que a faculdade de psicologoia e o eugenismo que veicula sejam totalmente relegados da face do planeta, bem como os seus agentes e os seus ideologos.
A psicologia não é uma ciência é uma ideologia ao serviço do controle da criatividade.

Se são realmente uma ciência abandonem a muleta do estado e do eugenico-nazismo.

REPITO: só os verdadeiros cientista vivem fora da muleta do estado.
E cresçam por si próprios não com faróis folcloricos contra a população que vos paga as alimentações.

pois que deus assim me ajude, e deus ajude Portugal a enfrentar a tirania cientifica propagada pela "faculdade" de "psicologia"

Amen

Augusto Manuel Deveza Ramos.
Sociólogo, poeta, artista, bloguer, lavador da própria louça

Ps - Tirem um curso de História ou de Sociologia. Seriam menos mentalmente obedientes.

Qual é a minha missão nesta vida?

Poeque nasci'
O que vim aqui fazer'
Quem sou e quem quero ser?
Qual é a mina missão nesta vida?
Porque pertenço ao reino espiritual?

O que serei diante dos tempos trebulosos que se aproximam?
O que fiz por Portugal; que me deu de comer?
O que darei aos meus irmãos que me inspiraram?

Que Cristo sou eu?

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Milho - a conspiração contra a agricultura

Vivo numa zona Rural que perdeu a sua identidade rural e não produz mais variedade, tentam aguentar a sua opressão economica pelo status quo. porque não tem poder nenhum.
São como o Estado português que não conseguem criar mais riqueza e apenas obedecer as necessidads financeiras e do fantasma chamado mercado.

Nesta zona rural toda a gente produz quase exclisivamente a mesma coisa. MILHO.
Fui tentar perceber porque já que o milho nem sequer é muito usado nem sequer em farinhas nem em forrageiras.

E a resposta é que o milho está em alta no mercado financeiro internacional.

Segundo um analista não é porque haja mais procura do milho mas porqie faz parte da estratégia de ruina dos agricultores - agredindo-os, hipnotizando-os com o preço de um produto para evitarem produzir outros, para que assim deixem de produzir outros os arruinar com uma queda abrupta dos preços - do milho - e assim sejam facilmente obrigados a vender as suas terras assim que estejam arruinados.

Mais, é uma estraté gia de facil ocupação do cultivo impedido a divulgação do cultivo a interessados.
Esse jogo financeiro é atávico e infelizmente gerou mais prejuizos aos controladores e aos controlados do que aos interessados em comprar e cultivar terra.

È uma velha estratégia financeira.
Nem sempre resulta.
Mas há quem esteja á espera, muito á espera, que resulte.

Forbes purga Balsemão e a Bielderberg

Balsemão vai ser purgado da Forbes.
Balsemão ficou todo contente com a invasão do FMI em Portugal.
O País ficou ainda mais pobre com o contentamento de Balsemão. quando o FMI invadiu Portugal.
Balsemão alegou que o +país precisava de uma purga.
A Forbes purgou-o da lista de homens milionários.

Agora é a revista dos milionários FORBES que faz uma purga a Balsemão excluindo-o dos seus postos e das suas posições simbolicas. Afastando-o da lista de homens finceiramente posicionados.
A Forbes demonstrou colhões e demonstrou que o capitalismo está ficar e se vai regenerar e aprender por dentro, não com conspirações á porta fechada que o idiota desleixado Balsemão quis para Portugal, através de desleixados socialismos e modinhas de motorizada.
A Forbes está a demonstar como o capitalismo da motorizada que é Balsemão conseguiu uma televisão idiota e obnoxia.
A Forbes adora ricos e odeia idiotas.
Balsemão, fuja, antes que a mota lhe bata á porta.
Mas fuja mesmo.

Muito Boas Noticias.


P.S.
Eis Como Balsemão propaga a ideologia da decepção:
Vendendo joias de familia. - LER NOTICIA AQUI
Balsemão nem sequer esconde o seu ódio á humanidade.

O Ouro português, o Ouro que pertence a todos os portugueses, o tesouro nacional, será subtilmente roubado em breve. Como?

A moeda internacional vai desaparecer. 
O dolar vai desaparecer. 
Está tudo previsto e já começou. 
Os derivativos, um produto toxicos - que idiotas joranalistas chamaram "genial" - estão a arruinar a moeda internacional chamada dólar há decadas. Lentamente e subtilmente.
Os derivativos começaram por arruinar as instituições financeiras como virus até chegarem ao fulcro da economia, a moeda.
O euro não foi criado para uma nova economia, mas para arruinar a economia europeia - que é o que se está a passar - e aruinar mais rapidamente o dolar.


O objectivo é destituir todos os paises da sua soberania monetária, mante-los em recessão e em ultima instancia para pagarem as dividas obrigarem os paises a venderem as suas reservas de ouro - a moeda do futuro. Manter uma divida internacional massiva.
Ontem ouvi de MAX KEISER que Portugal está a viver fora das suas possibilidades de reserva de ouro, como uma familia que para se alimentar vive á custa do status quo - o que vai obrigar Portugal a vender as suas reservas de ouro para continuar a manter um estado tal como tem sido e como está planeado: arruinar a moeda e esvaziar os cofres dos soberanos paises. E enviar o ouro para uma entidade unica e sinistra: CHINA.

Portugal não tem hipotese. Mais cedo ou mais tarde terá de vender as suas reservas de ouro.
Durão Barroso - que garanto irá para a cadeia - alinhou ingenuamente no esquema.
E alinharam todos - que irão pra a prisão - no esquema todos quantos em Portugal tentaram branquear as soberanias com a sua propaganda da China. Só para tentarem deliberadamente lixar o próximo, anular competição e resvalar a corrputção, e desleixar o país que lhes deu de comer.

Já está por todo o lado.
Avisei há meses neste blog, segundo fontes que estão disponiveis para toda a gente - não tenho fontes prveligiadas apenas fidedignas e publicamente expostas.
Lindsey williams, avisou que iria haver uma revolta nos países árabes fornecedores de petróleo, avisou com um ano de antecedência. Aconteceu.
Lindsey williams falou de revoltas na europa e falencias da soberanias europeias em prol de um governo europeu - não eleito. Mais tarde um Governo mundial não eleito.
Lindsey Williams disse que o petróleo iria subir num dia de 50 para 100 dolares. Aconteceu - quem acreditou nele e investiu ficou rico da noite para o dia.
Lindsey Williams disse que os paisses ricos iriam acumular ouro - não é por acaso que se vem lojas de compra de ouro em todas as cidades, vilas e aldeias europeias. Sabem para onde vai o ouro? CHINA.
Lindsey williams avisou que o país emergente será a China, não peelo seu modelo social, mas pelo seu poder denso, a materia, o ouro.
Lindsey Williams avisou que o dolar desparaeceria, está a desparecer e preparado o acontecimento radical para breve - Outubro?
Avisou ainda Lindsey  Williams que o euro foi intencionalmente criado para arruinar massivamente as economias europeias e fazê-las depender de um governo bancário central abdicando das suas soberanias.

Tenho vergonha de todos os portugueses que se desleixam em futebol e animosidades infantis. Sempre tive. 
O Espirito Santo conhece Portugal e só a santidade propaga luz no vasto país chamado Portugal. E a quem o sabe receber.
Porque o espirito santo é um poder que a animosidade não entende.

Para que serviu o passado?

Este é o tempo, não há outro.
Fazemos do tempo aquilo que queiramos que seja.
O tempo não existe, apenas as nossas criações.
Tudo o resto são narrativas de quem se perdeu na ilusão.

As narrativas são o murmurio dos mortos a tentarem voltar.
A poesia é a vida pre-enviada a desenrolar-se.

Portugal não se deve apoiar nos seus descobrimentos nem no seu futuro.
Mas na sua dádiva no seu presente na sua pre-preparação para ser uma comunidade util na globalidade livre e democraticamente eleita e pacifica.

Porque eu disse.

domingo, 2 de setembro de 2012

DURÃO BARROSO E OS COMISÁRIOS EUROPEUS DEVEM IR PRESOS - SERÂO, A QUESTÃO É QUANDO.

O "presidente" da Comunidade Europeia nunca foi eleito por ninguém. 
Alegou que foi eleito por um "colegio" eleitoral , que não significa mais do que ser eleito pelos seus amiguinhos comissários que se auto-elegem e decidem - tal como Estaline - os seus próprios salários,  arbitrariamente.
Durão Barroso é tão ridículo como "presidente" de uma imaginária "europa" que só conseguiu a sua hologramada posição através do artificio do costume: a fraude.

Tudo isto seria apenas folclore, se Durão barroso e os seus comissários não fossem a palavra final das decisões dos eleitos deputados europeus.
Hoje sabe-se que foi Durão barroso e os seus comissários que incitaram á queda do euro e á crise economica na Grecia, com as mortes que se conhecem, á crise na Itália, ás revoltas em espanha e a resignação e culpabilismo em Portugal.

São os comissários europeus e o presidente da "comunidade Europeia" que em ultima instancia tem a palavra final nas decisões da "europa" - segundo o que nos querem fazer crer. Não os deputados. Porque já se verificou que os deputados não tem poder nenhum, são apenas marionetas pagos - muito bem pagos - para construirem as suas zonas de conforto e não fazerem muito alarido.

A europa não vive nenhuma crise economica. Vive uma crise democrática em que auto eleitos tiranos, como Durão Barroso, insistiram e teimosamente em criar e por isso deviam ser presos.
Mas porque Barroso se mantem no "poder"? porque é um bonequinho ao serviço dos intereses financeiros e da banca internacional. Não é por acaso que barroso e os idotas comissários saem impunes das investigações acerca dos seus ganhos. Porque são pagos e regulam os instrumentos de investigação - a conspiração perfeita. Curiosamente tudo isso cairá em cima dos filhos de Durão e dos seus amiguinhos comissários.

Porque se calam os europeus diante da tirania?
Porque para a tirania existir, a comunidade europeia "brinda" os europeus com fundos, projectos e "programas", com euros avulsamente que curiosamente não foram mais do que iscos para captar as intenções distractivas dos europeus. Enquanto a europa "brindou" os europeus com a sua "bondade" conseguiu apagar do espirito dos europeus a soberania e a constituição.

Mas não teve sorte, porque foi precisamente na calculada e manipulativa crise que reemergiu  a soberania e a constituição e voltou á discussão o instrumento chamado liberdade.

Durão Barroso e os comissários europeus devem ir presos por traição ás soberanias nacionais.

A Alemanha já está empenhada em abdicar da sua soberania para criar um exemplo europeu.
Mekl é pior que Hitler, porque está a abrir a porta ao novo Hitler.

Durão Barroso deve ir preso.

Repito,

Durão Barroso deve ir preso.